TV Show Time - O app para viciados em séries

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Se você assim como eu é a louca/o das séries, assiste tantas ao mesmo tempo que acaba se esquecendo o episódio que parou esse aplicativo é para você! Conheci o Tv Show Time no Twitter, uma galera comentava muito dele e eu por curiosidade baixei e me apaixonei.  

Disponível para IOS e Android, Tv Show Time é um app  gratuito, super bacaninha onde você pode listar as séries que assiste, marcar os episódios já assistidos, fazer amigos porque ele também funciona como uma rede social e mais algumas coisinhas legais que vou mostrar e explicar cada uma delas para vocês aqui embaixo:


No Perfil, suas séries ficam catalogadas em favoritas, últimas assistidas, ainda não iniciadas, atualizadas e finalizadas, a barrinha amarela significa que a série está em andamento e a verde, finalizada. Também mostra um gráfico analítico que indica quantos episódios foram assistidos, tempo gasto, gênero que mais te agrada,  ranking comparativo com seus amigos (para ver qual é o mais viciado hahaha), ganhos de recompensas pelas suas interações no app e área de postagem, onde mostra todos seus posts publicados.


Em breve é um calendário que te mostra quando irá sair novos episódios de séries recentes que você acompanha e ao sair eles te enviam uma notificação, assim você não perde nenhum! Também diz quanto tempo falta para aquela série que você ama mas está em hiatus voltar, legal né?

Para assistir é a parte responsável pela organização das suas séries, ele mostra o histórico de assistidos, episódio que você parou e séries ainda não iniciadas. É minha função favorita do app, minha vida ficou tão mais fácil depois disso, sério!

O Feed me lembra um pouco o stories do Instagram, nele da para ver tudo o que seus amigos estão assistindo e comentando. Também tem uma parte pública com comentários, posts e memes da comunidade em geral, sabe aquela tristezinha que dá quando você assiste um episódio mas não tem ninguém para falar sobre? Depois desse app ela não vai existir mais, é só ir para o feed e socializar! Um ponto que eu achei bem legal e importante é que eles só liberam esses comentários depois que você assistiu tal episódio, o que significa nadinha de spoilers.

E aí, vocês já conheciam esse app? Comenta aí embaixo! Se você tem ou resolveu criar agora não esqueça de deixar aquele follow gostosinho no amor clicando aqui. Um beijo e até a próxima! 


5 coisas que eu odeio em um blog

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Praticamente todos os dias eu visito blogs novos para seguir ou retribuir comentários e às vezes me deparo com coisas que me fazem querer fechar a aba imediatamente, então resolvi listar aqui as 5 coisas que eu mais odeio em um blog.

1. Excesso de publicidade
Sem dúvidas o que mais me irrita ao entrar num blog é ver um milhão de anúncios pulando na minha cara. Tudo bem, todo mundo quer ganhar uma graninha com o blog mas isso para mim já é desespero, além de poluir o visual e dificultar o carregamento da página, é extremamente chato para o leitor ter que ficar fechando um monte de anúncios.

2. Texto não justificado
Eu tenho um certo nervosinho de ver textos centralizados ou alinhados à esquerda/direita. Acho lindo quando entro num blog e vejo texto e imagem totalmente alinhados, mas recentemente descobri num grupo de blogueiras que texto justificado devido aos espaçamentos entre as palavras, dificulta a leitura e o carregamento da página, então é algo que continuo não gostando mas se é prejudicial para o blog e o leitor é melhor parar, né? Já estou tentando trabalhar nisso para me acostumar e aderir a mudança aqui no blog.

3. Layout muito colorido
Todo mundo concorda que ter conteúdo é o que importa, certo?  Mas o layout faz toda a diferença para o leitor ter o desejo de continuar ali. Para mim é extremamente incômodo um layout colorido demais, cheio de firulas, agressivo visualmente. Quando entro em blogs assim, eu grito, corro e fujo bem rápido!

4. Erros Ortográficos
Me dá uma agonia tão grande começar a ler um post e dar de cara com vários erros ortográficos daqueles bem grotescos, sabe? A vontade de voltar num blog assim passa longe. Quer uma diquinha do amor? Depois de pronto leia o post duas ou três vezes para verificar se há algum erro que passou desapercebido e caso você não saiba ou não tenha certeza de como escrever uma determinada palavra, pesquise no google. Você pode também fazer seus posts no Word, ele corrige os erros e depois é só copiar tudinho, colar no seu bloguito e acrescentar as imagens. Viu, como é fácil?

5. Enrolação para chegar até o assunto do post
Isso é algo que me incomoda tanto no blog quanto no youtube, eu simplesmente não tenho paciência para esse tipo de blogueira/youtuber que fica falando mil coisas irrelevantes ao assunto abordado antes de cada post. Gente que vai logo direto ao ponto ganha um lugarzinho especial no meu coração.  

Então é isso gente, me contem aí nos comentários as coisas que vocês mais odeiam em um blog. Um beijo e até a próxima! 



Inspiração | Tatuagens geométricas

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

A categoria de Tattoos daqui do blog já estava quase criando teia e para atualizá-la resolvi trazer algumas inspirações de um tipo de Tattoo que sou apaixonada: As Tatuagens Geométricas. O próprio nome já entrega o conceito desse estilo de tatuagem, basicamente são compostas por quadrados, círculos, retângulos e o mais popular de todos, os triângulos. Qualquer desenho pode virar uma tatuagem geométrica e é exatamente isso que as tornam diferentes, bonitas e estilosas.


Os Triângulos podem ter vários significados ou nenhum, cada pessoa é quem sabe qual significado vai atribuir à sua tattoo, mas no geral significam harmonia e divindade. Cada ponta do triângulo pode significar alguma coisa como mente, corpo e espírito; Passado, presente e futuro; Início, meio e fim; Pai, filho e espírito santo, entre outros. E também tem os Glifos que são esses pequenos triângulos da terceira foto e nesse caso significam fogo, ar, água e terra. 


As Flechas são minhas favoritas, acho lindas e super delicadas, perfeitas para tatuar no braço e também na costela. Flechas são armas utilizadas nos tempos antigos e por isso um dos seus significados é a proteção. Também significam foco, evolução e vontade de avançar, uma vez que uma flecha quando atirada só pode ir à uma direção: para frente.


Mandala é uma palavra de origem sânscrita e significa círculo ou  completude. É um emblema circular que simboliza o universo e a busca pela paz interior. É a representatividade da união entre o homem e o cosmo.


Essas últimas são uma mescla do geométrico com black work (tinta preta) e fine line (linha fina). Lindas, né? Sou apaixonada! Qual vocês fariam? Diz aí nos comentários! E se você gostou desse post não esqueça de compartilhar com seus amigos, um beijo e até a próxima! 


Skol e sua nova postura afirmativa

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

O post de hoje é sobre um assunto que há algum tempo tenho vontade de abordar aqui no blog, que é a nova postura que a Skol vem exercendo em relação às ações afirmativas. Vivemos em uma nova geração em relação à representatividade, em quase todo lugar, hoje, somos por diversas vezes levados a conversas, debates e até brigas quando esse assunto é colocado e por mais que muitos gostem ou não, estamos no tempo de colocar as fichas na mesa e falar mais abertamente sobre isso. 

A Skol vem tentando mudar a sua postura e renovar a imagem da empresa, ela assim como outras grandes marcas de cerveja passaram boa parte da sua trajetória associando o consumo de cerveja ao público masculino, sempre carregado de piadinhas de duplo sentido, geralmente de cunho machista, incluindo a forte objetificação do corpo da mulher (eu precisaria de uns três posts para falar sobre isso), porém os tempos são outros e graças a muita luta de alguns setores da sociedade em prol de maior representatividade nas grandes mídias, tem surgido um efeito positivo, pois cada vez mais temos vistos a mudança de postura de algumas empresas que antes eram vistas como inimigas e agora vêm se mostrando como aliadas na luta por mudanças mais profundas na nossa sociedade.


Uma das primeiras ações realizadas pela empresa foi uma campanha no dia da mulher, intitulada: Repôster - Redondo é sair do seu passado, onde assume seu passado machista e mostra 6 ilustradoras que à convite da empresa refizeram cartazes de campanhas anteriores que retratavam a mulher como objeto sexual para consumo, muita vezes dando a entender que a mulher era o objeto vendido e a cerveja apenas um brinde.


Já em contra posição, os novos cartazes refeitos pelas ilustradoras mostram um lugar diferente, a mulher não aparece como um objeto a ser consumido junto à cerveja mas sim como consumidora e que também quer e deve ser vista como tal.


Outro tabu que a empresa vem tentando quebrar em relação a sua marca é a velha estereotipização de corpos em comerciais de cervejas, sempre foi muito comum se colocar um imaginário de corpos perfeitos (principalmente os femininos), praia, gente bonita e etc. Tudo bem longe de uma imagem mais real e democrática. Nem todo mundo que vai à praia e consome cerveja tem o padrão de corpo mostrado nesses comerciais (e nem tem que ter, ser quem você é, se amar do jeito que você é, deve ser o essencial). "Skol - Redondo é sair do seu quadrado" mostra uma diversidade de pessoas e corpos, e que todo mundo pode ter o seu espaço.


Em seguida veio a campanha "Skol - Viva a diferença'', onde a empresa veio abordando mais diretamente as questões étnico/racial, com uma estética inclusiva, falando sobre diversidade, inclusão e aceitação, seguindo a linha do comercial apresentado no comercial anterior exibido acima, porém neste, o tema foi apresentado de uma forma mais clara e direta.


Por último, porém não menos importante veio a campanha "Skol - Skolors" (Skol + Colors), uma campanha com uma pegada visual e conceitual muito interessante, com uma trilha sonora que passeia por sons e musicalidades que remetem elementos típicos brasileiros e também a sacada genial de colocar a cor nas latinhas. A proposta foco da propaganda parece ter sido inspirada muito ao estilo das propagandas famosas da Benetton dos meados dos anos 80, confira abaixo:



Contudo, devemos sempre problematizar um pouco de tudo que foi colocado acima. Antes que pareça que estou fazendo propaganda para a Skol, vejo com super bons olhos essa representação de grupos que antes não eram tão bem representados pela mídia, porém não podemos nos deixar enganar com tudo que se mostra tão bom e revolucionário, nesse caso devemos lembrar que não deixa de ser uma estratégia de propaganda com boas intenções e por mais que queiram mostrar seu novo posicionamento, sabemos que toda essa mudança tem um viés mais financeiro do que social.

Cada vez mais as empresas compreendem que a sociedade está passando por mudanças e que estar do lado da "evolução" é melhor em vários aspectos do que se manter com a mesma postura retrógrada. Lendo os comentários dos vídeos expostos acima, a quantidade de hate que ainda há nesses temas, vejo que por mais que esteja havendo uma pequena evolução nesse cenário ainda estamos bem longe de uma mudança efetiva e real.


5 layouts free para seu blog!


Depois de dois meses sem blogar, voltei! Porque o bom filho a casa torna né, mores? A razão do sumiço foi uma combinação de desmotivação + problemas no layout que eu não conseguia resolver de jeito nenhum porquê entendo muito pouco ou quase nada de HTML e CSS. Decidi mudar o layout pela terceira vez e THANKS GOD, depois de muita procura achei um do jeitinho que eu queria.   
Durante essa caçada ao layout perfeito que não me desse dor de cabeça, encontrei vários layouts free lindos e responsivos, então resolvi escolher e listar alguns dos que eu mais gostei para ajudar quem quer ter um blog bonito mas que assim como eu não tem o famigerado money para investir em um. Espero que vocês gostem e voilà!

1. Vanilia



2. Emerge


3. Macchiatos e Macarons

4. Florescer em tons



5. Amalie



A maioria dos lays são P&B porque ultimamente eu tenho curtido muito essa vibe mais clean, mas vocês podem modificar de acordo com o gosto de vocês, espero que tenham gostado e eu tenha ajudado de alguma forma, um beijo e até a próxima!  


Filme | Love, Rosie

sábado, 29 de abril de 2017

Para estrear a categoria de filmes aqui do blog, resolvi indicar para vocês um dos meus filmes queridinhos, que na minha humilde opinião é um filme leve e gostoso de assistir, perfeito para dias frios e de extrema preguiça como hoje. Conheci esse filme pela indicação de uma amiga e fiquei mais instigada a assistir ao descobrir que quem interpretavam os papéis principais eram Lily Collins, a qual eu comecei a amar um pouquinho depois de ver "Espelho, espelho meu" e Sam Claflin que fez o Finn de "Jogos Vorazes" e putaquepariu é um gato!


"Love, Rosie" ou "Simplesmente Acontece" em português, é uma comédia romântica baseada no livro de mesmo nome escrito por Cecilia Ahern. Rosie Alex são ingleses, melhores amigos de infância quase que inseparáveis. É nítido que são apaixonados um pelo outro pela forma como se olham mas demoram um certo tempo para os dois admitirem isso. Eles curtem a vida juntos, fazem planos para o futuro e após uma notícia inesperada acabam sendo separados, tomando rumos diferentes daquele que haviam desejado. A partir daí a história começa e podemos ver as mudanças que ocorrem na vida dos dois ao longo dos anos Rosie na Inglaterra e Alex nos Estados Unidos, apesar de tantos encontros e desencontros é impossível não se apaixonar e torcer para que os dois fiquem juntos!


"Love, Rosie" é sim um pouco clichê mas com doses de realidade e tem uma lição, mostra o impacto que cada atitude que tomamos tem nas nossas vidas, situações que poderiam ser diferentes se tivéssemos dito o que queríamos ou o que era para ser dito, é sobre escolhas e a convivência com as consequências de cada uma delas, é sobre amor, amizade e não desistir dos seus sonhos. Assista o trailer aqui.

Edit: Não consigo ver esse filme e não me lembrar da frase de Chuck Bass em Gossip Girl, onde ele diz que se duas pessoas estão destinadas a ficarem juntas, elas encontram seu caminho de volta. Vocês acreditam nisso também?

Playlist: Nostalgia - Internacional

segunda-feira, 17 de abril de 2017

É engraçado como uma música pode guardar tanta memória, né? Seja boa ou ruim, tem música que eu escuto e me leva exatamente para o momento da minha vida que eu costumava escutá-la, consigo me recordar de como me sentia e até de um determinado cheiro/gosto. Navegando pelo Facebook nesse fim de semana me deparei com a música Beautiful Girls do Sean Kingston e bateu uma nostalgia gostosa, me lembrou a época de escola, as amizades e as milhares de histórias que sempre que nos encontramos a gente conta. Pensando nisso resolvi fazer e postar a primeira Playlist aqui no blog, tem Pop, R&B e Hip-Hop que são meus gêneros favoritos e tenho certeza que alguma dessas músicas fez parte da história de vocês também. ♡  Ouça agora!